Novidades

Mudanças operacionais para levar excelência  ao atendimento ao cliente

Mudanças operacionais para levar excelência ao atendimento ao cliente

Diversas mudanças na área operacional da TVH-Dinamica, implantadas desde janeiro de 2016, entre elas, a contratação de Jessé Barros como gerente de logística, trouxeram grandes melhorias no atendimento aos clientes. “Inicialmente, algumas modificações foram inseridas no quadro de colaboradores. Passamos a ter um líder para cada setor da logística – recebimento, fluxo de pedidos, faturamento-expedição, organização e garantia-devoluções”, comenta Barros, que conta com mais de 15 anos de experiência no setor de logística. Segundo o gerente, quando há um colaborador como responsável, fica mais fácil de controlar os departamentos. Todas as mudanças realizadas deixaram a equipe mais valorizada e os resultados foram sentidos tanto em melhoria de organização, quanto em serviço e qualidade.

Neste ano, também foram criados os departamentos exclusivos de organização do armazém e de garantia e devolução e implantados indicadores de desempenho. “Os índices de erros operacionais vêm caindo constantemente desde fevereiro, quando foram inseridos no dia a dia da empresa”, afirma Barros, ressaltando que erros de separação e envio de peças reduziram drasticamente. Houve remanejamento de mais de 4 mil itens para o térreo e 1º andar - peças de giro que estavam alocadas nos 3º e 4º andares. Novos terminais de consultas, impressoras, computadores mais modernos e carrinhos para movimentação de peças foram adquiridos, agilizando a operação. Espaços, que anteriormente eram usados para armazenar móveis usados e avarias de estoque, foram reaproveitados. Posições para armazenamento de peças também foram otimizadas. Corredores também foram criados para acesso principal do estoque.

TVH-Dinamica trabalha constantemente para que suas ações sejam direcionadas a elevação da qualidade dos serviços prestados aos clientes e sabe que sua área operacional é uma das que mais influenciam neste processo, por isso, para 2016, continuará investindo para superar outros desafios, como a implantação do WMS (Warehouse Management System) ou Sistema de Gerenciamento de Armazém, que utiliza diversas tecnologias, como código de barras, dispositivos móveis e redes locais sem fio, entre outras. “Ganharemos ainda mais assertividade, velocidade, acuracidade e qualidade de serviço”, enfatiza. Outra meta é o planejamento de um novo inventário para um balanço mais assertivo do estoque.